A3 BLOG

Você conhece suas habilidades e competências?

Publicado em 23/04/2019

Neste momento em que as empresas estão mais exigentes quanto aos critérios para contratação de profissionais, ter (ou desenvolver) as habilidades e competências mais valorizadas pelo mercado faz toda diferença. Flexibilidade, autoconfiança, iniciativa, empatia, capacidade de inovação, comunicação, visão no cliente, liderança, trabalho em equipe, foco em resultados e resiliência estão entre as características que mais apreciadas pelas corporações.

Mas, para garantir o emprego dos sonhos, não basta apenas inserir tais termos no currículo. Pois, as palavras precisam estar totalmente alinhadas com as atitudes. As entrevistas e dinâmicas de grupo, por exemplo, são algumas etapas do processo de recrutamento e seleção capazes de identificar se teoria e prática estão em sintonia. Isso demonstra que conhecer suas próprias habilidades e competências é o primeiro passo para o triunfo profissional.

Entretanto, é bastante comum encontrar pessoas que têm dúvidas ou até percepções equivocadas nesse sentido. Se esse é o seu caso, saiba que existem avaliações que fazem esse mapeamento, além de ferramentas que possibilitam o aprimoramento e desenvolvimento profissional. Sabemos que ninguém é perfeito, mas, por outro lado, isso não significa que tenhamos de nos conformar com nossas limitações. Devemos sempre buscar evoluir.

Para uma avaliação de perfil e potencial, o Assessment é bastante eficaz. Isso porque ele permite apontar o que separa o sucesso do descarrilamento dos líderes em qualquer papel, função, setor, região ou cultura organizacional. E não para por aí. Pois, em alguns casos, esse apoio pode ir além da análise de competências e envolver sessões de feedback e planejamento de desenvolvimento, além de suporte contínuo, coaching e revisões, de forma personalizada.

O Assessment, portanto, é um instrumento fundamental de suporte às práticas de desenvolvimento humano, tanto por parte das empresas como por profissionais que dedicam tempo e atenção à gestão das respectivas carreiras. Deste modo, possui diversas indicações, podendo ser direcionado para sucessão, avaliação de perfil de liderança ou de perfil executivo, análise de talentos e desenvolvimento individual.

O fato é que nunca esteve tão em voga o aforismo grego “Conhece a ti mesmo”. Embasado em uma análise criteriosa de habilidades, talentos e necessidades de aprimoramento, o autoconhecimento pode ser a chave que tanto procura para potencializar seus pontos fortes e buscar o desenvolvimento de algumas habilidades essenciais para alcançar a alta performance e vencer. Já pensou nisso?

Anita Luzine
Psicóloga, especialista em Gestão de Pessoas e Negócios e Diretora de Inovação e Novos Negócios da A3 Consultoria.